Como declarar Bitcoin e outras Criptomoedas no Imposto de Renda

Como declarar Bitcoin e outras Criptomoedas no Imposto de Renda

0 Comentários

Saiba como declarar seus bitcoins no Imposto de Renda

Na sexta-feira, dia 23/02 a Receita Federal do Brasil divulgou as regras e detalhes para a declaração do Imposto de Renda 2018, com prazos e todas as informações para os contribuintes. Um dos temas que mais deve atrair dúvidas dos declarantes estará, certamente, relacionado a Bitcoins e outras Criptomoedas.

Esta não será a primeira vez que o Bitcoin e outras criptomoedas estarão no IR, mas foi somente em 2017 que este mercado ganhou o mundo e muitos investidores ainda não sabem como proceder com a declaração de criptomoedas.

Segundo a Receita Federal, as criptomoedas devem ser declaradas

Como as criptomoedas não são emitidos nem controlados por nenhuma autoridade governamental, e não caracterizando juridicamente como "moeda"; e sim, um ativo financeiro decorrente de relações privadas; devem ser declarados.

1° – As criptomoedas devem ser declarados na ficha ‘BENS E DIREITOS’ (Código 99) pelo seu valor de aquisição.

2°- A despeito de haver precificação desse ativo no mercado virtual, como não há uma cotação oficial, não há obrigação de declará-lo pelo valor da cotação em 31 de dezembro de cada ano, bastando informar o valor de aquisição e manter a documentação comprobatória do bem em ordem.

3° – As criptomoedas sujeita-se à tributação no momento de sua venda. Para os valores totais alienados no mês superiores a R$ 35 mil, o contribuinte deve recolher o imposto sobre o ganho de capital sob alíquotas que variam de 15 a 22,5%, a depender da faixa do ganho e apresentar a DAGC.

4° – A ausência de declaração das criptomoedas,o contribuinte terá problema futuro com a RF.

5° – Caso você tenha adquirido criptomoedas informe-se a respeito da necessidade de declaração e imposto sobre os ganhos auferidos, a fim de evitar problemas com o fisco.

Outras informações sobre a declaração do Imposto de Renda 2018 podem ser obtidas no site da Receita Federal por meio desse link

Leia Também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *